Cuidados com os Pais e Bebê nos primeiros dias do Recém-Nascido

Quando os pais trazem o bebê para casa pela primeira vez, muitas vezes estão imersos em grande alegria, mas também é comum haver muita ansiedade e insegurança.

 

Por mais que o casal tenha se preparado e esperado por esse momento, quando chega o grande dia, não há como prever como irão se sentir, e como irão reagir a essa nova fase da vida.

 

Como será a adaptação quando há dúvidas em como dar o banho e trocar as fraldas? A amamentação às vezes se revela mais complicada do que o previsto, o sono do bebê é mais curto do que seu corpo aguenta!

 

E conforme os dias vão passando, os pais vão ganhando mais confiança, mas também vão se deparando com muito cansaço, o que se torna um grande complicador. Muitos conflitos entre o casal  podem surgir neste momento, trazendo à tona suas diferenças, limitações e insatisfações.

 

Para lidar com esse momento tão único, é importante que o casal se atente a seus sinais e necessidades e conversem, conversem muito, sejam francos um com o outro. É uma fase de adaptação à nova vida e o casal precisará se unir.

 

No vídeo abaixo, a especialista Elisabeth Wajnryt, divide sua longa experiência com os pais, falando sobre as melhores formas de lidar com esse momento e de como a família pode obter a calma que precisa.

 

 

 

 

Segue algumas dicas que podem ajudar:

 

Papai e mamãe, dediquem um tempo para cuidarem de si, tanto individualmente quanto da relação. Obviamente o bebê é o centro das atenções e cuidado, mas é muito saudável e necessário que o casal esteja em harmonia, e para isso precisam de um tempinho juntos, um momento de intimidade.

 

O papai pode e deve ajudar, a mamãe precisa dar esse espaço para deixá-lo ser também um protagonista. Ele provavelmente fará de forma diferente e a mãe achará que está tudo errado, mas ele terá o jeito dele, o que pode até ser bom para o bebê. Isso evitará cobranças e sobrecarga para a mãe.

 

Algumas decisões e cobranças podem gerar grandes conflitos entre o casal, por isso aproveitem qualquer oportunidade que tiverem, para reforçar os gestos de amor, carinho, cumplicidade e respeito. O relacionamento poderá se enfraquecer ou se fortalecer, com as dificuldades e aprendizados que irão compartilhar,  cabe a vocês aproveitarem os momentos maravilhosos juntos e alinharem as diferenças por meio de muito diálogo!

 

Crianças que têm pais que vivem em harmonia, se sentem mais seguras e felizes.

 

Sobre a especialista:

 Elisabeth Wajnryt
 

• Psicóloga pela PUC- SP;
• Psicanalista pelo Instituto Sedes Sapientiae de SP;
• Mais de 30 anos de experiência clínica de consultório atuando em Compulsão Alimentar, Psicoterapia de Casais, Orientação de Pais e Mindfulness;
• Autora do livro “E Foram Magros e Felizes para Sempre…- As Portas de Saída da Compulsão de Comer”
•  Tradutora dos livros e introdutora no Brasil dos Cursos: “Como Falar para seu Filho Ouvir e Como Ouvir para seu Filho Falar”, “Irmãos Sem Rivalidade”, “Como Falar para seu Aluno Aprender”.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaque

Como identificar que meu filho é dependente de tecnologia?

1/9
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Categorias
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Basic Square
cursos online para pais